Geral

Investigador aposentado morto devido à Covid será sepultado hoje em Sinop

O sepultamento do investigador aposentado da Polícia Civil, Dionísio Alves da Rocha, de 61 anos, será hoje, às 10h, em Sinop. Ele estava internado em Unidade de Terapia Intensiva no Hospital Regional, devido à Covid, mas não resistiu às complicações e morreu, ontem.

Dionísio foi investigador da Polícia Civil por 27 anos e se aposentou em 2010. “A Polícia Civil lamenta a perda de mais um grande guerreiro, que tanto se dedicou e colaborou para a instituição”, expôs em nota a Polícia Civil.

Ele sentiu os primeiros sintomas no dia 14 de março, quando passou mal e foi a um hospital particular. Passou por exames e foi internado em leito semi-intensivo. Na última quinta-feira, conseguiu vaga e foi transferido para UTI do regional, mas houve piora no quadro de saúde e não resistiu.

Chegou em Sinop, com a família, em 1976 e em 1983 ingressou na polícia. Dionísio deixa a esposa e cinco filhos.

Conforme Só Notícias já informou, ontem, também morreu vítima da Covid-19, Luiz Carlos Simon, 39 anos, conhecido como “Chuck”, que era um dos mais conhecidos nomes da área esportiva de Sinop. Ele estava internado desde 19 de março na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de um hospital particular, mas não resistiu às complicações da doença e faleceu no final da tarde.

Também morreram cinco moradores Sinop não resistiram as complicações causadas pela doença e morreram. Somente ontem foram duas vítimas. Com isso, o total chegou a 279.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: arquivo pessoal)