Política

Mauro autoriza repasse de R$ 230 milhões para construção e reforma de escolas em Mato Grosso

O governador Mauro Mendes (DEM) autorizou, ontem, o repasse de R$ 230 milhões para a Educação no Estado. Os recursos são referentes a superávit nas contas do governo e serão destinados para a construção e reforma de escolas, além da compra de equipamentos e aparelhos de ar-condicionado. O decreto será publicado no Diário Oficial. A suplementação ocorreu após reunião com o vice-governador Otaviano Pivetta e os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil) e Rogério Gallo (Fazenda).

“Tudo o que economizamos em 2020 agora vamos usar para fazer importantes investimentos em 2021 em toda a nossa rede estadual de Educação. O dinheiro será usado na construção, reforma e ampliação de escolas, além disso, vamos comprar equipamentos e modernizar tecnologicamente nossas unidades. Também será feito investimento na compra de ar-condicionado, pois são quase 300 escolas em Mato Grosso que ainda não tem sistema de ar-condicionado”, explicou o governador.

Os recursos fazem parte do programa Mais Mato Grosso, com investimentos na ordem de R$ 9,5 bilhões para todas as áreas em quatro anos. “A correta aplicação do dinheiro público, graças a Deus, está trazendo bons resultados para Mato Grosso em todas as áreas. O programa Mais MT é o maior programa de investimentos do Estado de Mato Grosso e vai fazer grandes obras, grandes ações em todas as áreas. Teremos muita coisa bacana para comemorar”.

Ainda de acordo com o gestor estadual o governo continuará “ampliando os investimentos, a exemplo daquilo que já fizemos, que foi destinar os recursos que já estão na conta dos professores para compra de notebook, para ter mais uma ferramenta para melhorar o ensino na rede estadual”.

O secretário de Educação, Alan Porto, pontuou que os investimentos vão promover melhorias nos três pilares para a Educação dentro do Mais MT: infraestrutura física e tecnológica e na parte pedagógica do ensino, tanto para professores quanto estudantes. “Os investimentos vão garantir, por exemplo, a formação continuada dos estudantes e dos profissionais da educação. Nossa meta é melhorar cada vez mais o ensino público estadual e esses recursos nos dão garantia para continuar trabalhando nesse sentido, que é o que o governador Mauro Mendes nos determinou: melhorar as condições físicas das escolas, implementar cada vez mais recursos tecnológicos no ensino e dar aos professores e alunos a educação que todos merecem”, afirmou o secretário.

Alan Porto destacou que estão previstas a construção de 40 novas escolas, reformas em outras 40 e manutenção corretiva em mais 380 unidades. Além da aquisição de 100 mil notebooks para os alunos da rede estadual.

As são da secretaria de Comunicação Social do Estado.

Redação Só Notícias (foto: Mayke Toscano/assessoria/arquivo)