Geral

Equipes da Saúde vistoriam 476 imóveis em Sinop encontram 41 focos da dengue

As equipes da secretaria de Saúde de Sinop com apoio da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros seguem com as atividades de mutirão contra a dengue. As ações se estenderam, inclusive, durante o último sábado, com objetivo de vistoriar terrenos com pendências, que estavam fechados em ocasiões anteriores no bairro Jardim das Violetas, um dos recordistas em casos de doença.  Ao todo, haviam 769 imóveis nesta situação e os agentes conseguiram adentrar e vistoriar 62% deste total, resultando em mais 476 residências visitadas pela força tarefa de combate ao mosquito transmissor da dengue.

O trabalho com visitas e prevenção iniciou às 8h e seguiu até às 17h. Dos imóveis visitados, a equipe de servidores encontrou 41 focos de criadouros do Aedes Aegypti. A previsão é que a nova frente de atividades retorne a outros bairros com alto índice de imóveis fechados nos próximos dias.

Conforme Só Notícias já informou, o último relatório da secretaria de Saúde apontou que até o dia 18, 37.607 terrenos já haviam recebido a visita das equipes. De acordo com o levantamento, em 1.130 imóveis foram encontrados focos do mosquito, em 907 houve o tratamento com larvicida.

Já o total de imóveis fechados chegou a 14.630, ainda considerado um alto número. Mais de 75 caçambas de lixo foram recolhidas desde o início do trabalho. As limpezas de áreas públicas institucionais sob responsabilidade das secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico já foram realizadas em 90% do município, além das multas emitidas para proprietários de terrenos particulares que estão sujos.

Outro ponto de reforço ao combate à dengue, é a determinação da prefeita Rosana Martinelli, que estabeleceu o horário estendido de atendimento em sete postos de saúde, o Violetas fica aberto de segunda a sábado, das 7h às 22h, e os postos Sabrina, Jacarandás, Maria Vindilina II, Menino Jesus, Primaveras e Oliveiras, de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, com soroteriapia para casos de suspeita da doença e coleta e resultado de exames na própria unidade básica.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: assessoria)