Polícia

Adolescente é agredida em Sinop e tem começo de aborto após marido descobrir sexo do bebê

A adolescente, de 15 anos, deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), ontem, com começo de aborto após ser agredida fisicamente. Ela foi atendida e medicada. O seu atual estado de saúde não foi divulgado. A unidade médica também não divulgou se ela perdeu a criança.

Os enfermeiros acionaram a Polícia Militar e a menor contou que foi agredida por seu marido após descobrir que o bebê que espera não é do sexo masculino. A adolescente afirmou ainda que ele quer que ela faça um aborto.

Não foi informado com quantos meses de gestação ela está. Os militares foram até uma residência indicada pela vítima para prender o suspeito, mas ele não foi localizado.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

Só Notícias/David Murba