Política

Sinop: governador, senadores e presidente implantam superintendência bancária

O governador Mauro Mendes chegou há pouco, em Sinop, acompanhado dos senadores Jayme Campos, Wellington Fagundes e do secretário da Casa Civil, Mauro Carvalho para a solenidade com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Duarte Guimarães, que formalizou a instalação da superintendência executiva em Sinop, abrangendo mais de 30 municípios. A unidade busca aproximar a gestão entre os entes públicos e reforçar a presença institucional em regiões que hoje não contam com superintendências regionais. Em Sinop é lançada a primeira das superintendências executivas piloto.

Em aproximadamente 30 dias, será definido o local onde a superintendência vai funcionar, na área central. A estimativa é que tenha cerca de 8 profissionais e agilizará atendimentos para prefeituras em projetos de habitação e demais obras e amplia a estrutura do setor bancário.

O presidente da Caixa disse que a instituição também passará a ter operações de crédito para o agronegócio de 15 a 20 anos, “com 5 anos de carência, com garantia real porque sem silos (para armazenagem) a gente não vai atingir o patamar esperado. Fiquei muito impressionado que Mato Grosso sozinho produz mais que a Argentina. E tenho orgulho (disso)”.

O governador Mauro Mendes agradeceu a instituição pelos investimentos em Mato Grosso e enalteceu os programas sociais e elogiou o governo do presidente Jair Bolsonaro.

O deputado Juarez Costa, que articulou a instalação da superintendência, expôs que prefeitos, secretários deixarão de ir a Cuiabá para apresentar os projetos pleiteando obras, em vários setores, e encaminhando documentação de convênios. Recentemente, a Caixa aprovou projetos de empréstimos do programa FINISA para prefeituras de Sinop, Sorriso e Lucas do Rio Verde investirem em asfaltamento, drenagem ciclovias e outras obras.

O  primeiro compromisso de Mauro e os senadores foi uma reunião, na CDL, com lideranças locais e foram apresentadas reivindicações das lideranças sinopenses para ampliar os atendimentos de especialidades médicas, como oncologia e cardiologia, no Hospital Regional de Sinop, retomada das obras de escolas estaduais (uma delas no Jardim Conquista, o governador já confirmou o reinício e terá 18 salas de aulas). Também está sendo pedida a reforma da sede da Ciretran. Estava prevista audiência das lideranças de Sinop na segunda-feira, com o governador, no Palácio, que acabou sendo substituída pelo encontro desta tarde.

O prefeito em exercício Gilson de Oliveira manifestou, ao governador, uma das preocupações já expostas pela prefeita Rosana Martinelli (que está de licença) quanto a necessidade de ser ampliado o repasse para custear o transporte escolar. Ele expôs que Sinop gasta quase R$ 8 milhões para levar os alunos até as escolas e o Estado repassa quase R$ 2 milhões e o transporte atende 70% de alunos da rede estadual e 30% da municipal.

Os deputados Neri Geller, Max Russi e Nininho também acompanham o governador a Sinop, além do prefeito em exercício de Sorriso, Gerson Bicego e o presidente da câmara, Claudio Oliveira. Além dos gestores de Cláudia, Altamir Kurten, Colíder, Noboru Tomiyoshi e de Terra Nova do Norte, Valter Kuhn.

O governador esteve, pela manhã, no Tocantins, em solenidade com o ministro dos Transportes para ser consolidada parceria público privada e asfaltar a rodovia TO-500 de Formoso do Araguaia (TO) a São Félix na região Oeste de Mato Grosso viabilizando mais uma alternativa de escoamento da produção agrícola.

 

Só Notícias/Editoria com Cleber Romero (fotos: Só Notícias/Guilherme Araújo e assessoria - atualizada 17:11h)