Polícia

Policiais cumprem mandado de busca e apreensão na casa de ex-prefeito no Nortão

Policiais civis da delegacia regional de Guarantã do Norte e servidores do Ministério Público cumpriram, esta manhã, mandado de busca e apreensão na casa do ex-prefeito de Peixoto de Azevedo (197 quilômetros de Sinop), Edmar Heller.

Um investigador confirmou, ao Só Notícias, que a operação investiga o possível envolvimento de Heller na criação de empresas ‘laranjas’ para favorecimento em licitações. O objetivo da busca é apreender documentos. Ainda não foi confirmado se há mandado de prisão.

Heller foi prefeito de Peixoto em 2000. Ele teve o mandato cassado após ser acusado de desvio de recursos públicos, contratação de pessoal especializado sem licitação e contratação ilegal de veículos automotores de auxiliares de confiança.

Em 2007, como secretário de Administração da prefeita Cleuseli Missassi Heller, sua esposa, chegou a ser preso. Ele foi considerado responsável por improbidade administrativa, configurada pelo favorecimento de uma única empresa em processos licitatórios do município. Dois anos depois, o  Tribunal de Justiça  manteve a condenação.

Na semana passada, a Polícia Civil deflagrou operação Fraudator, em Peixoto de Azevedo para investigar o envolvimento de servidores da prefeitura em um esquema de venda de lotes públicos, loteamento irregular, associação criminosa, inserção de dados falsos em sistema de informação e estelionato. Um servidor foi preso.

Em instantes, mais detalhes

Só Notícias/Cleber Romero (foto: Só Notícias/arquivo - atualizada às 10h42)