Geral

Piloto de avião que caiu em Mato Grosso e ficou 4 dias na mata tem alta; copiloto segue internado

O proprietário do avião Cessna Aircraft prefixo PT-ICN, Osmar Favalessa, que caiu na Serra do Mangaval, em Cáceres (200 km de Cuiabá), em dezembro do ano passado, informou, ao Só Notícias, que o piloto John Cleiton Venera teve alta hospitalar há alguns dias e foi para Itajaí, Santa Catarina, onde se recupera na casa do pai.

Já o copiloto Marcelo Balestrin ainda continua em Cuiabá, sob cuidados médicos. Nos próximos dias ele deve passar por uma cirurgia de reparo ósseo. Ambos tiveram várias fraturas.” Aluguei uma casa em Cuiabá e eles ficaram lá. Contratei 9 médicos para eles terem o melhor tratamento – clínico geral, infectologista, ortopedista, cirurgião plástico e fisioterapeuta dentre outros. Vão se recuperar em breve”.

De acordo com proprietário, o avião estava em voo visual, teria entrado em uma nuvem e batido em serra. Os pilotos foram encontrados por equipes de buscas da Força Aérea Brasileira após ficarem quatro dias desaparecidos. Os militares que estavam no helicóptero H-60 Black Hawk localizaram a aeronave e os dois no meio de uma mata fechada.

A operação de busca e salvamento foi coordenada pelo Salvaero Manaus, com 27 militares, e contou também com a participação da  aeronave SC-105 Amazonas. As buscas foram feitas por equipes da FAB e do CIOPAER da Polícia Militar de Mato Grosso. O avião decolou de Pimenta Bueno (Rondônia), onde Marcelo e John residem e iria pousar em Cuiabá, porém, perdeu contato e as buscas iniciaram.

Só Notícias/David Murba (fotos: divulgação/arquivo)