Polícia

Homem é assassinado a tiros em frente a residência em Sinop; 4º crime no final de semana

O crime ocorreu, ontem à noite, em frente a uma residência localizada na rua Bom Jesus, no bairro Jardim Araguaia. Ailton da Silva, de 25 anos, foi assassinado com vários tiros no momento em que desceu de seu veículo para abrir o portão do imóvel. Conforme o boletim de ocorrência, ao menos quatro suspeitos participaram do homicídio.

Consta no documento que no local os policiais encontraram capsulas de calibre .380 e também .40. A versão investigada é que os suspeitos estavam escondidos em uma construção esperando a vítima. No local, os policiais encontraram várias latas de cerveja ainda geladas, e outros sinais que apontam que os criminosos estavam na obra.

Ainda segundo o boletim, os suspeitos usaram um carro preto e uma motocicleta, marca e modelos não informados, para fugir. Pessoas que moram na região viram os veículos, no entanto, não souberam informar maiores detalhes.

Agora o caso passa a ser investigado pelo Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O corpo do homem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames necessários.

O velório de Ailton está previsto para iniciar durante a manhã de segunda-feira, às 5h, já o sepultamento será no cemitério municipal em Sinop, às 10h30.

Ele é o quarto assassinado em Sinop nas últimas nas 36 horas.  Conforme Só Notícias já informou, Izael Nunes Oliveira, de 30 anos, foi esfaqueado, ontem à noite, na rua das Acálifas, no Jardim das Violetas, levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu. Seu primo, de 23 anos, foi preso pela Polícia Militar e confessou a autoria do homicídio.

Neste sábado de madrugada, Abraão Lincon de Oliveira Costa, de 19 anos, foi morto a tiros, na rua Caiabi, no bairro Pequena Londres. Ele foi sepultado ontem de manhã.  Na sexta-feira à noite, um adolescente foi baleado, no Jardim Boa Esperança, levado a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos e morreu logo em seguida.

Os assassinos ainda não foram presos.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: Só Notícias/Guilherme Araújo/arquivo - atualizada às 10h37)