Geral

Governadores Barbalho e Mauro lamentam morte de coronel na queda de helicóptero em MT

O governador do Pará, Helder Barbalho lamentou, há pouco, através da sua rede social a morte do coronel Mauro Tadeu da Silva Oliveira, de 54 anos, do Corpo de Bombeiros, na queda do helicóptero Bell BH06 long ranger do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), ontem, na região do Pantanal, em Mato Grosso, na divisa com Mato Grosso do Sul. Ele afirmou que o amigo era competente, “seguramente, foi um dos melhores do Brasil, e partiu fazendo o que mais gostava, pilotar”.

Em nota, o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) e o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, também lamentaram o ocorrido e prestaram condolências aos familiares do coronel, que atuava em operações ambientais na região. Ainda não há confirmação se o corpo de Tadeu será trasladado para o Pará.

Conforme Só Notícias já informou, o Ibama informou que o acidente foi por volta das 18h e às 23h parte da tripulação que  não estava na aeronave foi localizada. Já o corpo Tadeu só foi encontrado hoje de madrugada. Ele era um piloto extremamente habilidoso e dedicado há mais de 15 anos de atuação na aviação civil, com mais de 5 mil horas de voo. “O comandante deixa um legado de grandes serviços aeronáuticos à Nação. Nossa solidariedade à esposa, filhos, família e amigos”, consta no trecho do documento.

As causas da queda da aeronave ainda são desconhecidas e serão investigadas por militares do Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa VI).

Esse é o segundo acidente envolvendo helicóptero, no Pantanal em Mato Grosso.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: assessoria)