Geral

DNIT mantém as obras de recuperação na BR-163 no Nortão

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes trabalha na execução de serviços de manutenção e recuperação da rodovia federal, em Guarantã do Norte (233 quilômetros de Sinop), na divisa com o estado do Pará. A via é uma das principais rotas utilizadas nesta época do ano para o escoamento da produção agrícola do Estado em direção aos portos em Miritituba, no Pará, de onde são exportadas para o exterior. Por este trecho da rodovia passam, principalmente, caminhões carregados de soja.

Por meio de um contrato de manutenção rodoviária, o DNIT tem atuado nos trechos prioritários com a realização de serviços de fresagem, de imprimação e recomposição do revestimento, e de aplicação de capa asfáltica, assegurando, assim, a trafegabilidade e reduzindo o risco acidentes.

Atualmente, o DNIT conta com 39 contratos de manutenção e restauração que atendem 4.523 quilômetros de rodovias federais do estado de Mato Grosso.

Conforme Só Notícias já informou, em fevereiro deste ano, o presidente Jair Bolsonaro acompanhado do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, do governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) inauguraram um trecho de 51 quilômetros de asfalto que faltava para fazer a ligação da BR-163 até Miritituba.

A conclusão da obra era aguardada há mais de 40 anos pelo setor produtivo, moradores da região, empresas e acaba com o período muito difícil, com atoleiros e prejuízos. Com o asfaltamento, aumentou para 48% a quantidade da safra de Mato Grosso escoada via portos paraenses cuja distância em relação aos portos no Paraná e São Paulo é praticamente ‘metade do caminho’.

Redação Só Notícias (fotos: assessoria)