Esportes

Presidente do Sinop diz que não pretende recorrer para conseguir vaga na Copa do Brasil

O presidente do Sinop Futebol Clube, Agnaldo Turra, disse, ao Só Notícias, que não pretende recorrer da decisão que o União Esporte Clube, de Rondonópolis, é o indicado pela Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) para a vaga da Copa do Brasil 2020. Turra explicou que, diferente do que pensava, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) determinou que o terceiro colocado do Estadual disputasse a competição nacional e não o terceiro da ranking da CBF, tese que o dirigente sinopense defendia anteriormente.

O União foi indicado, ontem, pela FMF para a competição nacional. Também representarão Mato Grosso, na competição mais democrática do futebol brasileiro, Cuiabá – campeão da Copa Verde 2019, Luverdense – campeão da Copa Mato Grosso e Operário Várzea-grandense, que ficou em segundo lugar no mato-grossense.

Em 13º colocado no Ranking Nacional de Federações, a FMF é contemplada com três representantes na competição.

O Cuiabá já havia conquistado vaga por ter sido, no primeiro semestre, campeão mato-grossense da primeira divisão. E com o título da Copa Verde ‘sobrou’uma vaga que ficou para o União.

Este ano, o Sinop disputou a Copa do Brasil e foi eliminado pelo Santa Cruz (PE). Em 2018 encarou o Goiás, perdendo em casa por 1 a 0. Em 2017 teve desempenho melhor, passou para a segunda fase da competição e encarou o Fluminense, perdendo por 3 a 1, no Gigante do Norte.

Só Notícias/David Murba (Só Notícias/arquivo)