Economia

Nove postos de combustíveis multados em Cuiabá na operação ‘de olho na bomba’

Quinze postos de combustíveis foram fiscalizados pelo Procon municipal, semana passada, durante a operação “De Olho na Bomba” e “Posto Clone”. Foram aplicadas nove multas devido as irregularidades. A mais comum e difícil de flagrar é a bomba baixa (limite de divergência tolerável do volume depositado e o solicitado, que é de 0,5%, o equivalente a 100 ml de 20 litros) confirmada pelo Ipem/Inmetro. Outras infrações encontradas foram publicidade enganosa, falta de emissão de documento fiscal de venda e ausência de autorização da ANP para funcionamento, informa a assessoria.

De acordo com o secretário-adjunto de Proteção e Defesa do Consumidor, Gustavo Costa, a ação conjunta tem o objetivo de coibir a aplicação de preços abusivos na comercialização do produto além de outras práticas cometidas pelos estabelecimentos. Foi a segunda edição da operação conjunta com a Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon), a Agência Nacional do Petróleo (ANP) e o Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem/Inmetro).