Economia

Lucas do Rio Verde fecha ano gerando 1,5 mil empregos a mais e indústria lidera

Lucas do Rio Verde fechou 2019 gerando 1,532 empregos a mais na indústria, setor de serviços, comércio e no agronegócio. É o resultado de 16.592 contratações e 15.422 demissões feitas durante todo o ano. Os dados foram divulgados na 6ª pelo Cadastro de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho.

O campeão na geração de empregos foi a indústria de transformação com 536 empregos gerados a mais, seguido do setor de serviços com 497, comércio com 368 e a agropecuária com 177 funcionários contratados a mais.

Sinop gerou no ano passado 2,7 mil empregos a mais. Sorriso teve 2,5 mil funcionários contratados a mais no ano, Cuiabá 1,3 mil.

Só Notícias apurou que,  quanto ao resultado de dezembro (mês passado, Lucas fechou no vermelho (assim como praticamente todos os grandes municípios de Mato Grosso). Foram 433 dispensados a mais, saldo de 1.423 demissões e 990 contratações.  A indústria foi quem mais dispensou: 154. Foram 368 demitidos e 214 admitidos.  Na construção civil foram141 mandados embora a mais – 318 desligados e 177 contratados. A agropecuária fechou 72 vagas a mais, resultado de 176 dispensados e 104 contratados.  O comércio demitiu 46 a mais após fazer 333 contratações e demitir 287.

Nenhum segmento, em dezembro, teve mais contratações.

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)