Economia

Economia de Sinop se fortalece gerando 2,7 mil vagas de empregos a mais; comércio é líder

O Ministério do Trabalho informou, hoje, que Sinop foi um dos municípios que mais gerou empregos em 2019. O saldo dos 12 meses é de 2.742 trabalhadores contratados a mais. Juntas, indústrias e empresas de todos os segmentos contrataram 26.604 pessoas e dispensaram outras 23.862. O crescimento é de 7,67%.

O comércio foi o campeão na geração de empregos, no ano, com 949 funcionários contratados a mais, o setor de serviços ficou em segundo com 647 novas vagas e, a indústria de transformação, 634.

Só Noticias apurou que, em dezembro, 493 trabalhadores foram demitidos a mais, saldo de 1.966 demissões e 1.473 contratações. O setor de serviços foi quem mais dispensou: 258. Houve 441 contratações mas foram feitas 699 demissões. Na indústria de transformação 130 a mais perderam empregos, saldo de 252 demitidos e 122 contratados.

Os dados divulgados hoje também apontam que no comércio foram dispensados 72 funcionários a mais. As lojas admitiram 724 e demitiram 796. Na construção civil foram dispensados 36 pedreiros e serventes a mais e na agropecuária 10.

Apenas um setor contratou mais, no mês passado, o de serviços industriais de utilidade pública, que admitiu 13 funcionários. Sinop foi a 3ª mais que mais demitiu em dezembro. Cuiabá liderou e Rondonópolis teve 2º maior volume de demissões. Sorriso foi o 4º.

Mato Grosso gerou, no ano, 23 mil empregos.

 

Só Notícias (foto: Maurício Vitorino/MB)