Economia

Empresa vai rever suspensão de voos em Sinop a partir do 2º semestre, diz secretária

A secretária de Finanças, Ivete Malmann, se reuniu, ontem, com o presidente da Passaredo, Adalberto Bogsan, para discutir o cancelamento dos voos para Cuiabá e Brasília a partir do aeroporto de Sinop. Ao Só Notícias, ela afirmou que o entendimento foi positivo e houve uma promessa, por parte da companhia, de rever, a partir do segundo semestre, se ao menos uma rota será reativada ( no último dia 6 de fevereiro deixou de operar Sinop-Cuiabá e mês que vem vai parar a rota Sinop-Brasília). “Ficou agendada uma nova reunião, provavelmente em junho. Ouvimos do presidente que Sinop é uma cidade estratégica para a companhia e representa um polo logístico para a região Norte do Estado e Sul do Pará. As portas não se fecharam”, expôs a secretária.

Segundo a secretária, Bogsan explicou que o cancelamento dos voos para Cuiabá e Brasília se deu, principalmente, em razão de uma reorganização da malha viária da Latam Linhas Aéreas. “A Passaredo tem parceria com as empresas, no sentido de direcionar os passageiros de aeroportos regionais para capitais e grandes centros. A partir destas malhas maiores, quem transporta é a Gol e a Latam. Como houve uma mudança nas linhas da Latam a própria Passaredo precisou se adequar. Tiveram que ajustar os voos regionais para atender à nova sistemática destas empresas maiores”.

Conforme Ivete, até o segundo semestre, a prefeitura pretende sanar os problemas de infraestrutura no aeroporto. “São etapas. A homologação dos equipamentos é uma delas. Depois entra a questão da carta cartográfica para pouso, e, em seguida, a certificação. Então, nossa meta é trabalhar para que todos estes passos sejam vencidos. E, conforme avançamos, vamos tratando ponto a ponto as necessidades. Eventualmente, caso seja necessário, vamos fazer investimentos para sanar todas as dificuldades”, garantiu.

Conforme Só Notícias já informou, este mês, a companhia anunciou que deixará de operar a segunda rota a partir de Sinop. A empresa começa a operar a rota até Brasília a partir do aeroporto regional Adolino Bedin, em Sorriso. O trecho será “inaugurado” no dia 26 de março, com voos de segunda a sábado. A partir desta data, a rota Sinop-Brasília deixa de existir.

A homologação dos equipamentos para segurança no aeroporto de Sinop, como a Estação Prestadora de Serviço de Telecomunicações e de Tráfego Aéreo (EPTA) e os Indicadores de Precisão de Trajetória de Aproximação (PAPI), continua sob análise do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta IV), em Manaus.