Saúde

Sorriso inicia vacinação contra Covid e profissionais de saúde são os primeiros; Sinop começa nesta 5ª

Sorriso iniciou, hoje, a vacinação contra o novo coronavírus com a aplicação da primeira dose da Coronavac em uma profissional de saúde, a enfermeira Aparecida Lourdes Chinz, 62 anos. Conhecida pelos colegas como “Cida”, a profissional trabalha na Unidade de Saúde da Família do bairro Fraternidade.

“Foi um misto de sentimentos. Nunca imaginei ser a escolhida. Estou me sentindo muito honrada pela escolha e por poder representar a classe da enfermagem que tanto tem trabalhado, atuando no contato direto com pacientes positivos, familiares e também com suspeitos. É uma honra poder representar quem está enfrentando essa pandemia com mãos e olhar de cuidado, carinho e amor”, afirmou a enfermeira. 

Sorriso recebeu, na primeira remessa, 726 doses, que serão aplicadas exclusivamente em profissionais de saúde. “Serão profissionais do hospital de campanha, farmácias regional, hospital regional e hospital 13 de maio e alguns outros apoiadores que trabalham diretamente com a covid. Daqui a 15 dias, aproximadamente, deveremos receber outro lote para essas mesmas pessoas, para a segunda dose. E esperamos agora vir mais doses para que possamos abrir para a população em geral, principalmente os idosos”, explicou o secretário de saúde, Luís Fábio Marchioro.

Conforme Só Notícias já informou, o secretário municipal de Saúde de Sinop, Valério Gobbato disse, em entrevista coletiva, que nesta primeira remessa, mil profissionais do setor da saúde, que estão na linha de frente de combate à Covid – entre a rede pública e privada – serão imunizados. A previsão inicial era começar na sexta-feira mas foi antecipada para esta 5ª feira.

As demais doses serão para os idosos acima de 60 anos. A imunização está prevista para começar na sexta-feira. São contempladas na primeira fase da vacinação, de acordo com o direcionamento do Ministério da Saúde, trabalhadores da saúde que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus, pessoas idosas com 60 anos ou mais que vivem em asilos e/ou instituição psiquiátricas e povos indígenas vivendo em aldeias. Mato Grosso vai garantir as duas doses da vacina ao grupo prioritário compreendido nesta fase, sendo o prazo de 14 a 28 dias para a aplicação da segunda dose.

Só Notícias/Herbert de Souza e Lucas Torres, de Sorriso (fotos: assessoria - atualizada 09:29h em 21/1)