Saúde

Sinop: secretaria qualifica equipe para melhorar atendimentos para gestantes

Terminou, ontem à tarde, a segunda etapa de capacitação para profissionais da saúde no município para melhorar os atendimentos em pré-natais de baixo risco, principalmente no apoio a grávidas com sífilis e HIV. Participaram 72 servidores (sendo 36 médicos), 12 a mais que a primeira fase.

O foco foi no acompanhamento das gestantes desde a entrada na unidade para o primeiro atendimento e as análises do quadro clínico até a chegada do trigésimo sétimo mês, onde as pacientes são encaminhadas para o Centro de Especialidades Médicas (Cem), permanecendo sob a supervisão de um obstetra até o fim da gestação. Em casos de gravidez de risco, a paciente deve ser encaminhada a um obstetra de imediato.

O secretário de Saúde, Gerson Danzer, disse, ao Só Notícias, que os servidores da área médica são profissionais preparados, mas que “precisam de tempos em tempos passar por reformulações, algumas mudanças”. “Então, a gente faz essa capacitação para orientar e alinhar as informações”.

Ainda segundo Danzer, Sinop teria um índice relativamente alto em relação a óbitos fetais e pós-parto e “dentro do que é preconizado pelo ministério da Saúde, mapeamos onde se encontra essa população, identificamos e estamos conversando com os agentes comunitários e enfermeiros para dar uma atenção maior nessas áreas”, concluiu.

Redação Só Notícias