terça-feira, 21/maio/2024
PUBLICIDADE

Promotora dá puxão de orelha sobre avanço da dengue no Nortão

PUBLICIDADE

"Não podemos admitir que um mosquito continue proliferando e dizimando vidas, muitas das vezes por descuido de pessoas inconsequentes que não tomam os devidos cuidados com os seus quintais". O puxão de orelha é da promotora de Justiça da Comarca de Peixoto de Azevedo, Fernanda Pawylek Vieira, ao iniciar vistoria de um terreno baldio no centro da cidade, acompanhada dos fiscais da Vigilância Ambiental e Sanitária.

Pawylek Vieira está coordenando a realização do 1º mutirão de combate a dengue de 2010, com o apoio da prefeitura. O evento busca chamar a atenção da população sobre os malefícios que a doença trás para o ser humano. "Se nós, cidadãos não conscientizarmos sobre os riscos que corremos com essa doença, o que será de nós. Vamos agir dentro da lei para punir as pessoas que não estão limpando os seus quintais" garantiu Fernanda.

O secretário municipal de administração, Roque Borges, reuniu também ontem em seu gabinete os fiscais tributários, assessores jurídicos para definir as ações punitivas, aos moradores que não mantiverem seus quintais e terrenos baldios limpos. "Serão notificados e terão um prazo de 24 horas para limpar o seu terreno, caso contrário, serão multados" assegurou Roque Borges.

No centro da cidade a promotora de justiça, vistoriou um terreno baldio e ficou estarrecida, com a grande quantidade de larvas do mosquito transmissor da dengue. Na localidade, foi encontrada uma grande quantidade de pneus velhos, garrafas plásticas e outros recipientes utilizados para a eclosão dos ovos do mosquito. "Vou notificar o proprietário desse lote. Não vamos admitir que essa situação permaneça" finalizou Fernanda Pawylek.

O 1º mutirão de combate à dengue de Peixoto de Azevedo acontece no próximo dia 30 a partir das 8h em todos os bairros da cidade, simultaneamente.

 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Mais de 3,3 mil animais foram vacinados na campanha antirrábica em Sinop

A equipe do Centro de Combate às Endemias informou...

Equipes identificam 6,6 mil focos de dengue em Sinop; 201 casos confirmados

O Centro de Combate às Endemias divulgou hoje balanço...

Demanda cresce e pronto atendimento de Alta Floresta vai para novo local

O poder executivo definiu, via termo de inexigibilidade, a...
PUBLICIDADE