Saúde

Prefeitura confirma primeiro óbito por coronavírus em Colíder

A prefeitura de Colíder (160 quilômetros de Sinop) confirmou, esta tarde, o primeiro óbito por coronavírus no município. A vítima é um motorista de caminhão, de 55 anos, que estava internado desde o dia 27 de maio.

Segundo a prefeitura, o homem estava retornando de Campo Grande (MS) quando começou a apresentar sintomas. Ele passou mal e foi internado no Hospital Regional de Colíder se recuperando da doença. No entanto, no último dia 2, o quadro de saúde piorou e ele foi transferido para Cuiabá, onde acabou falecendo, neste sábado. Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento.

“À família e aos amigos deixo os meus sinceros sentimentos e meu abraço forte neste momento de luto e de dor. Que as memórias de uma vida feliz, honrada e cheia de boas lembranças os consolem a todos neste momento”, disse o prefeito de Colíder Noboru Tomiyoshi.

Há poucos dias, o prefeito manifestou preocupação com o risco de colapso no sistema de saúde pública de Colíder, sede do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Norte Mato-grossense e do hospital regional que atende moradores de Nova Canaã do Norte, Nova Santa Helena, Marcelândia, Itaúba e Nova Guarita. Com nove leitos equipados com respirador, o hospital, segundo Noboru, não comporta o aumento da demanda de pacientes com Coronavírus.

Já o secretário de Saúde, Rafael Bosco, disse que em hospitais públicos na região “não há mais vagas. Os pacientes estão sendo transferidos para Cuiabá”, pontua Rafael Bosco. “A situação está ficando realmente muito grave. Se a população não se atentar, continuar com as festas de finais de semana, não seguir as recomendações das autoridades de saúde, nós teremos um colapso no sistema público de saúde. Pessoas vão morrer”.

Só Notícias/Herbert de Souza