Saúde

Hospital Regional de Alta Floresta e Peixoto de Azevedo receberão mais 20 leitos de UTI

O Hospital Regional de Alta Floresta e Peixoto de Azevedo (314 e 196 quilômetros de Sinop, respectivamente) receberão 10 leitos cada de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tratamento das vítimas da Covid-19. As UTIs fazem parte das 94 que serão entregues pelo governo do Estado, até o final do mês, além de custear outras 159 que os municípios se comprometeram a instalar na rede pública.

Em Alta Floresta 5 óbitos já foram confirmados pela doença, 19 pessoas estão em monitoramento e outras 137 já se recuperaram. Uma das vítimas é o presidente do Rotary Club Alta Floresta Centro. Sizenir Fernando Barbosa Silva, 47 anos, havia sido transferido para uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Regional de Sinop, onde acabou morrendo.

Em Peixoto de Azevedo o secretário municipal de Saúde, Madson Fontoura, confirmou, ontem, a segunda morte em decorrência do novo Coronavírus. A primeira morte foi notificada pela secretaria de Estado de Saúde, no dia 14 do mês passado. Era mulher, de 44 anos, com diabetes e hipertensão. No município 118 casos estão sendo monitorados e 63 estão recuperados.

Conforme Só Notícias já informou, o governo do Estado confirmou que deve entregar mais 94 leitos de Unidades de Terapia Intensiva em todas as regiões de Mato Grosso, até o final do mês, além de custear outras 159 que os municípios se comprometeram a instalar na rede pública (incluído as de Alta Floresta e Peixoto).

Em Sinop, o Estado implantou 20 leitos de UTI, no hospital regional, que estão lotados há uma semana, devido ao grande crescimento de casos. 9 leitos (comprados pelas prefeituras que formam o consórcio Teles Pires) começaram a ser instalados e a previsão da secretaria estadual de Saúde é entrarem em funcionamento na próxima sexta-feira (10). O governo estadual prevê instalar outras 10 até o dia 20 deste mês. Com isso, a quantidade de leitos de UTI para Covid será 39.

Só Notícias/David Murba (foto: reprodução)