Saúde

Escola de Saúde forma técnicos especializados para trabalhar na rede SUS

Em cumprimento a política de Recursos Humanos voltada para a formação continuada de nível superior dos servidores da Saúde do Estado a Escola de Saúde Pública vem formando profissionais para trabalhar na rede do Sistema Único de Saúde e atender com rapidez e eficiência os usuários que buscam pelos serviços.

Como efetivação desse trabalho e cumprimento do papel da Escola de Saúde Pública, de capacitação dos servidores em assuntos de saúde, acontece nesta segunda-feira (12.12), às oito horas da noite, no Centro de Eventos do Pantanal,a formatura dos alunos dos cursos de Técnico em Higiene Dental e de Técnico em Enfermagem e Patologia Clínica. O curso de pós-graduação foi na área de Enfermagem com enfoque na atenção básica e apoio ao diagnóstico.

A Escola de Saúde Pública busca atender a demanda das áreas técnicas curriculares, propondo uma formação ampliada, que desenvolva o pensamento crítico, através do resgate da vivência de cada um, construindo de forma coletiva novos conhecimentos. “O objetivo é adequar os cursos de acordo com a necessidade de cada turma, levando em conta o padrão cultural de cada indivíduo, para melhor formação dos servidores do Sistema Único de Saúde”, explicou o responsável técnico pelos cursos, José de Figueiredo Loureiro Júnior.

As aulas tiveram início em Janeiro de 2003 com um total de duzentos formandos, com uma carga horária de 1.720 horas. “O curso superou as expectativas tanto dos professores quanto dos alunos. Procuramos formar profissionais que, uma vez formados, estejam prontos para trabalhar na rede Sus”, declarou José de Figueiredo.

A metodologia aplicada para os cursos foi de aulas teóricas, aulas em laboratório, debates, estágios supervisionados e palestras. “Cada atividade foi desenvolvida simulando uma situação real de trabalho diário. A metodologia aplicada deve ir além do processo de ensino-aprendizagem, deve superar o simples repasse de técnicas e conceitos, buscando sempre interagir o aluno no seu contexto social”, disse o técnico.

A Secretaria de Estado de Saúde trabalha em várias frentes da atenção primária, secundária e terciária na assistência. Por ser a área da Saúde tão abrangente a Escola de Saúde Pública não mede esforços em avançar e, inclusive, compondo a referência para as 34 escolas do Brasil que compõem a rede de Escola Técnica de Saúde do Sus, RetSus.