Saúde

Cai ocupação de UTIs Covid no Regional de Sinop; em Nova Mutum segue 100%

As Unidades de Terapia Intensiva exclusivas para tratamento do novo Coronavírus no Hospital Regional de Sinop voltou a ter queda na ocupação, passando de 100% para 93,10%. Ou seja, das 29 pactuadas, duas estão livres para receber pacientes. Destes, 12 são ocupados por sinopenses, e os demais por moradores de outros municípios. A queda não é positiva, já que a desocupação ocorreu após três moradores morrerem vítimas da doença. Os dados foram confirmados, ontem à noite, pela secretaria estadual de Saúde.

Já no Regional Hilda Strenger Ribeiro todos os 20 leitos pactuados pelo governo seguem ocupados, desde a última quarta-feira. A situação é a mesma na unidade de Sorriso, onde há apenas 2 espaços habilitados, e a taxa é de 100%.

Por outro lado, a ocupação geral de Mato Grosso apresentou queda considerável. Estava em 79,42% e, agora, está em 72,30%, ou seja, dos 379 leitos na rede pública, 124 estão livres para receber pacientes. No quadro das enfermarias também houve diminuição, passando de 31,56% para 30,54%. (614 das 884 estão desocupadas).

Em Cuiabá, no Universitário Júlio Muller são 16 leitos e a taxa é de 93,75%, com uma vaga. No São Benedito, são 40 UTIs, e 15 estão disponíveis (62,5%). Na Santa Casa, há 60 leitos e 28 estão vagos, taxa de 53,33%. No Hospital e Pronto Socorro Municipal é de 50%, ou seja, dos 80 pactuados, 40 estão com pacientes.

No Estadual Metropolitano, em Várzea Grande, são 40 pactuados e nove estão livres (77,5%). Na Santa Casa, em Rondonópolis, que conta com 15 espaços, o índice atingiu 100%. A situação é a mesma no Regional, onde há 12 UTIs, e nenhuma está disponível, atualmente.

Já no Vale do Guaporé, em Pontes e Lacerda, são 10 UTIs e quatro estão desocupadas (60%). Em Barra do Garças são oito UTIs, e a taxa é de 87,5%, isto é, apenas uma está disponível. No Municipal Arlete Daisy Cichetti de Brito de Tangará da Serra são 13 UTIs e a ocupação é de 69,23%, ou seja, quatro estão vagas.

Em Campo Verde, no Coração de Jesus, são 10 pactuados, e um está disponível (90%). Também estão com 100% de ocupação o São Luiz (10), em Cáceres, o municipal (6), em Juína, e o São Lucas (8), em Primavera do Leste.

Ontem, Mato Grosso chegou a 2.302 mortes em decorrência da doença. Já os casos confirmados totalizam 70.708, desde o início da pandemia. Conforme Só Notícias já informou, Sorriso é o único município do Estado com risco “alto” de contágio da doença. Novamente, nenhuma cidade apareceu com risco “muito alto”, o patamar mais alto de contágio.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: Só Notícias/Guilherme Araújo/arquivo)