Política

Sorriso: presidente da câmara cobra apoio do ministério da Saúde no enfrentamento ao Covid-19

O presidente da câmara de Sorriso, Claudio Oliveira, está articulando com deputados federais e senadores para cobrar do Ministério da Saúde apoio para o enfrentamento a doença. Segundo o presidente, a câmara já repassou mais de R$ 1 milhão para a prefeitura mas faltam recursos humanos e leitos de Unidade de Terapia Intensiva ( em Sorriso, no hospital regional, pelo SUS, são apenas 2).

“Estamos em contato com deputados federais, senadores, preocupados na questão do nosso Estado também. Não estamos tendo mais UTIs. Sorriso está buscando parceria para 10 leitos no nosso município. Estamos pedindo apoio do governo federal com equipes médicas, equipamentos, medicamentos”, disse o presidente.

O número de UTIs disponível em todo o Estado caiu de 14 (no sábado) para apenas 7, de acordo com o boletim da secretaria estadual de Saúde, de ontem. Neste momento, 97% dos leitos de UTI em hospitais públicos em Mato Grosso estão atendendo pacientes.

Sorriso teve hoje a confirmação da 21ª  morte em decorrência da doença. São 1.182 casos de Coronavírus, sendo 413  curados, 37 internados, sendo 13 em Unidades de Terapia Intensiva e 24 em enfermarias. Outros 711 estão em acompanhamento domiciliar.

O prefeito Ari Lafin informou, anteriormente, que todos os pacientes estão recebendo medicação necessária para o tratamento, incluindo a cloroquina, a critério da cada médico. “Buscamos intensificar isso no município de Sorriso e no hospital de campanha. Todos os funcionários que estão lá vão seguir o protocolo da distribuição do kit. Tenho certeza que estamos alinhados, o hospital está orientado a distribuir os kits sobre orientação médica e não precisará mais o paciente ir até a farmácia 24 horas. Precisamos continuar nos cuidando”.

Só Notícias/David Murba (colaborou: Lucas Torres, de Sorriso - foto: assessoria/arquivo)