Política

Só 1,20% dos eleitores regularizou títulos em Sinop

Sinop tem um dos menores índices de eleitores que deixaram de votar nas últimas três eleições e foram regularizar seus títulos. São 1.013 faltosos e apenas 33 que foram ao Cartório Eleitoral providenciar a regularização dos títulos. Isso representa 1,20%. Apenas 1,44% dos eleitores mato-grossenses que podem ter seus títulos eleitorais cancelados regularizaram sua situação perante a Justiça Eleitoral. Dos 31.582 eleitores do Estado que não votaram e nem justificaram o voto nas três últimas e consecutivas eleições, somente 456 evitaram o cancelamento de sua inscrição até a data de hoje. Os 31.126 eleitores que ainda estão irregulares têm até o dia 29 de abril para procurar seu respectivo Cartório Eleitoral.
          
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) considera cada turno uma eleição. Portanto, o eleitor de Cuiabá que deixou de comparecer às urnas e não justificou seu voto nos dois turnos das eleições municipais de 2004 e no segundo turno das eleições gerais de 2002 e o eleitor dos demais municípios que não votou no primeiro turno das eleições de 2004 e nem nos dois turnos das eleições de 2002 estão sujeitos ao cancelamento do seu título.
          
Segundo o chefe da Sessão de Informações Eleitorais e Estatísticas do TRE/MT, Salomão de Souza Fortaleza, dos 9.108 eleitores faltosos de Cuiabá, 121 justificaram as ausências, o que representa 1,32% do total. Dos 547 faltosos de Várzea-Grande, apenas sete procuraram seus respectivos Cartórios Eleitorais, ou seja, 1,28% do total. A situação não muda em Rondonópolis, que possui 1.798 faltosos e 33 deles em situação regular (1,83%).
          
“O número de eleitores que procuraram regularizar seus títulos eleitorais é muito baixo, considerando que dia 29 de abril é o último dia para que eles evitem o cancelamento de suas inscrições”, informou Salomão Fortaleza.