Política

Prefeitura de Sorriso reformará mais duas escolas com investimentos de até R$ 166 mil

A prefeitura de Sorriso abriu nova licitação para reforma de escolas da rede básica de ensino. O certame, na modalidade tomada de preços, visa a contratação de uma empreiteira que irá reformar os pisos das unidades Ivete Lourdes Arenhard, localizada na avenida Brasil, e distrito de Caravágio, na rua dos Plátanos.

Conforme consta no edital de licitação, a estimativa feita pela prefeitura é investir até R$ 166 mil. São previstos gastos de R$ 109 mil para a reforma da escola Ivete Lourdes e mais R$ 56 mil para as obras da Caravágio, ambas com áreas de 719 metros quadrados.

As propostas das empreiteiras serão recebidas no dia 22 deste mês. Após emissão da ordem de serviço, o prazo de execução e entrega das obras será de 60 dias.

Conforme Só Notícias já informou, as ordens de serviço para as obras de construção de quatro salas de aulas na escola municipal Vila Bela e quatro na escola Leonel Brizola foram assinadas esta semana, pelo prefeito Ari Lafin. As obras devem ficar prontas até agosto e a prefeitura investirá R$ 649 mil.

Com a ampliação, serão ofertadas cerca de 100 novas vagas em cada unidade escolar. Atualmente, 560 alunos estudam na Leonel Brizola e 670 na Vila Bela.   “Sabemos da crescente demanda por novas vagas aqui no município e agora, com este processo de industrialização e com a vinda de novas empresas, precisamos ampliar a oferta nas escolas em que estamos mapeando esta procura”, explicou, anteriormente, o prefeito de Sorriso.

A secretária de Educação e Cultura do município, Lúcia Korbes Drechsler, acrescentou que também será ampliado o número de salas na Escola Municipal Francisco Donizetti de Lima, Centro Municipal de Educação Infantil de Sorriso (Cemeis) Sonho Encantado, e Cemeis Caminhos do Saber. Serão investidos mais de R$ 2 milhões em recursos próprios para acrescentar 20 salas.

Sorriso tem mais de 14,5 mil alunos compõem a rede municipal de Educação e há fila de espera para Educação Infantil.

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)