Política

Prefeito de Rondonópolis confirma abono de R$ 1 mil para servidores da Saúde

O prefeito José Carlos do Pátio anunciou para os agentes comunitários de Saúde e os agentes de Combate às Endemias   abono salarial de R$ 1 mil, dividido em duas parcelas de R$ 500. Os servidores fazem parte dos programas de Atenção à Saúde da Família, que são desenvolvidos em parceria entre o governo Federal e as prefeituras, onde o município envia subsídios para o pagamento.

O abono salarial, que deverá ser pago nas folhas salariais de maio e junho e o prefeito garantiu também o reajuste de 4% a partir do mês de junho e salário atual passará de R$ 1.658 para R$ 1.720. O novo valor do salário deverá ser pago até entrar em vigor a nova lei aprovada pelo Congresso Nacional que estabelece que o piso nacional dos agentes que será de dois salários mínimos.

“O abono é um reconhecimento pelos trabalhos prestados pelos agentes para saúde da nossa população. Além do abono, já garantimos este ano para as duas categorias, assim como para todo os servidores do município, o reajuste no salário de 7% em janeiro e 4% em junho, totalizando a elevação de 11% nos salários”, disse o prefeito, através da assessoria.

Ele declarou também que a ideia inicial do município era de conceder um abono salarial de R$ 80 nas folhas de maio a dezembro deste ano, completando assim o pagamento de 1,5 salário mínimo para categoria. No entanto, “com a aprovação da emenda constitucional, e não sabemos ainda quando este novo valor entrará em vigor, já que ainda não tem dotação do governo federal para estes novos valores, discutimos com a categoria e chegamos num denominador comum, o pagamento de um abono salarial no valor de R$ 1 mil, em duas parcelas de R$ 500, para todos os agentes do município”.

Pátio concluiu agradecendo a participação da câmara municipal na construção desta “pauta positiva” com a categoria. “Os vereadores tiveram a participação importante para chegarmos nesta proposta, que queremos encaminhar para ser votada na sessão desta quarta-feira”, adiantou o prefeito.

Os 408 servidores passam a trabalhar usando chromebooks e tablets.

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)