Política

Mensalão: câmara está discutindo relatórios contra Henry e 12 deputados

A Mesa Diretora da Câmara está reunida para avaliar o relatório da Corregedoria da Casa que recomenda a abertura de processo disciplinar contra 13 deputados citados no relatório preliminar das comissões parlamentares mistas de inquérito (CPMIs) dos Correios e da Compra de Votos, dentre eles o mato-grossense Pedro Henry (PP).

A mesa decidirá quais processos serão encaminhados ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. Depois de instaurados pelo Conselho, uma eventual renúncia de qualquer um dos parlamentares citados não interrompe mais os processos.
O quarto-secretário da Câmara, deputado João Caldas (PL-AL), anunciou, no entanto, a intenção de pedir vista dos processos. O pedido provocaria o adiamento da análise pela Mesa Diretora e, conseqüentemente, da instauração dos processos pelo Conselho de Ética.

Os líderes do PFL, deputado Rodrigo Maia (RJ), e da minoria, deputado José Carlos Aleluia (PFL-BA), criticaram a intenção do quarto-secretário e acreditam que o pedido vai desgastar ainda mais a imagem dos investigados e da própria Câmara.