Política

Mauro entrega recuperação de 91 km de rodovia na divisa com Mato Grosso do Sul

O governador Mauro Mendes inaugurou, esta manhã, a recuperação do trecho de 91,4 km da Rodovia MT-100, que beneficiará mais de 20 mil moradores dos municípios de Alto Araguaia e Alto Taquari, além de caminhoneiros que transportam grãos até o porto em Santos (SP) e passam a usar a via como rota alternativa. O ato simbólico ocorreu exatamente na divisa entre os Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e reuniu autoridades estaduais e municipais, além de produtores rurais e população local. Na oportunidade, Mendes expôs que a concessão, sob a responsabilidade da empresa Via Brasil MT-100, vai gerar mais segurança e trafegabilidade aos usuários durante os próximos 30 anos, prazo limite da concessão.

“Estamos colocando à disposição de todos os usuários uma rodovia com muita segurança, com excelente trafegabilidade e isso demonstra um caminho que precisa ser tomado no Estado, porque as nossas demandas são muito grandes. Este é o pontapé de uma série de outras inaugurações que nós já estamos fazendo a vamos continuar a fazer nos próximos anos desta gestão”, disse o governador.

Mendes ainda destacou que a recuperação da rodovia trará grandes oportunidades para o desenvolvimento da região. “Esta é uma via totalmente necessária para o escoamento de nossa produção, encurtando 200 km até os portos, trazendo assim economicidade e segurança”, afirmou.

O secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, lembrou que as concessões são a melhor alternativa tanto para Mato Grosso, quanto para o país, dado o momento de grandes dificuldades econômicas.

“Não tenho dúvidas de que a solução para o Estado e para o Brasil é realizar as concessões das rodovias, porque o Estado e a Federação não têm dinheiro para fazer novas pavimentações e a manutenção necessária nas rodovias”, declarou o titular da Pasta.

A concessão foi realizada pela Sinfra em 2018, durante leilão na Bolsa de Valores de São Paulo (B3). Somente neste primeiro ano, quase R$ 50 milhões foram investidos em serviços de pavimentação, sinalização horizontal e vertical, radiocomunicação e edificações operacionais e de apoio aos usuários. Em cinco anos, os investimentos somarão R$ 205 milhões e em 30 anos este número chegará a R$ 745 milhões.

O contrato será regulado e fiscalizado pela Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager-MT). Somente após a liberação por parte da agência, a concessionária poderá implantar a cobrança do pedágio. O trecho concessionado de Alto Araguaia a Alto Taquari prevê duas praças de pedágio, sendo a primeira no km 11 e a segunda no Km 83 da rodovia.

O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo Melo, aprovou a cobrança de pedágio, destacando que a medida vai garantir que a rodovia permaneça em boas condições de segurança e trafegabilidade. O gestor lembrou de como era a rodovia antes da concessão. “Sabemos que neste momento o Governo do Estado fez a melhor opção de implantar o pedágio na MT-100 de Alto Araguaia a Alto Taquari. Sem sombra de dúvidas vivíamos um caos, principalmente aqui no perímetro urbano. Eram mais de 20 mil pessoas reclamando constantemente da rodovia. Agora aguardamos as obras do contorno viário para que este trânsito pesado seja retirado da região central, melhorando o fluxo para o comércio local”.

A informação é da assessoria.

Só Notícias (foto: Tchelo Figueiredo)