Política

Jefferson permance na presidência do PTB

encontro do Diretório Nacional do PTB, na manhã desta sexta-feira, já definiu o principal assunto da pauta. O deputado federal Roberto Jefferson, pivô da pior crise do governo Lula, continua na presidência da sigla.

Logo no início do encontro, por aclamação, a discussão sobre a possível saída de Jefferson foi retirada da pauta.

Roberto Jefferson continua na presidência do PTB
Inicialmente, as bancadas do PTB insistiam para que Jefferson se afastasse da presidência da legenda por causa das denúncias de corrupção nos Correios envolvendo seu nome. A tendência foi reforçada depois que Jefferson relatou à Folha a existência de um suposto pagamento de mesada aos deputados do PP e do PL em troca da apoio político ao governo federal.

Na semana passada, quando a reunião havia sido convocada, estava certo que Jefferson entregaria uma carta-renúncia por pressão do partido, que queria vê-lo afastado da presidência.

Jefferson convenceu os petebistas de que o seu afastamento significaria uma saída desonrosa do cargo.

O cenário mudou, no entanto, depois que Jefferson prestou depoimento no Conselho de Ética da Câmara, na última terça-feira. Os petebisbas avaliaram que o desempenho do deputado reverteu a situação de falta de credibilidade que o partido se encontrava. Além disso, avaliam que o PTB está em situação menos desconfortável agora do que na semana passada.

“Não poderíamos tirá-lo da presidência porque isso seria cassá-lo”, afirmou o deputado Luiz Antônio Fleury Filho (PTB-SP).

Os petebistas continuam em reunião e devem discutir em seguida a permanência ou não do PTB na base de sustentação do governo federal.