Política

Inter goleia Juventude e assume 2º lugar

Com um primeiro tempo fulminante, o Internacional bateu o Juventude por 5 a 2 no clássico gaúcho, em jogo disputado no Beira-Rio, em Porto Alegre, e válido pelo encerramento da 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo marcou a estréia do técnico Dorival Júnior no comando da equipe do Juventude. Júnior entrou no lugar de Ivo Wortmann, que trocou a equipe gaúcha por uma proposta milionária de um clube russo.

Com o resultado, o Inter assumiu a segunda colocação da tabela de classificação, com 25 pontos, e está apenas um atrás da líder Ponte Preta. Mesmo sofrendo a goleada, o Juventude se mantém em nono, com 19 pontos.

O Inter volta a jogar na próxima rodada no Beira-Rio, onde recebe o Goiás na quarta-feira. Já o Juventude viaja ao Rio de Janeiro para tentar se reabilitar na partida contra o Flamengo, na quinta, no estádio Luso-Brasileiro.

O jogo

O primeiro tempo foi fulminante. Com trinta minutos de jogo, o Inter já havia marcado quatro gols. O Juventude pouco pode fazer perante a superioridade do time colorado.

Aos 10min, o Inter marcou o primeiro gol: o goleiro Doni rebateu um cruzamento nos pés de Iarley, que pegou a sobra e fez um golaço.

Quatro minutos depois o time colorado ampliou: Jorge Wagner cobrou a falta na cabeça de Índio, que testou firme.

Aos 27min, mais um gol do Inter. Jorge Wagner chutou de longe e Doni falhou feio, praticamente definindo a partida.

Mas o time colorado queria mais: dois minutos depois, após cruzamento de Iarley da esquerda, Jorge Wagner marcou seu segundo gol na partida, e o sexto na competição.

O segundo tempo foi muito truncado, com o Juventude abusando da violência para evitar um placar ainda maior, e o Internacional apenas tocando a bola, para administrar a goleada.

Mesmo assim, ainda sobrou tempo para mais um gol do Inter: aos 32min, o atacante Rafael Sobis roubou a bola da defesa do Juventude e saiu sozinho para tocar a bola na saída de Doni.

O Juventude conseguiu descontar aos 37min, numa bela cobrança de falta do zagueiro Naldo. Um minuto depois, o próprio Naldo, em outra cobrança de falta, acertou a trave de Clemer.

Aos 46min, Enílton foi puxado por Ceará, que tinha acabado de entrar. Pênalti, que Zé Carlos cobrou, no canto de Clemer. Porém, a reação foi tardia para o time de Caxias do Sul.