Política

Governo lança campanha ‘eu cuido de você, você cuida de mim’ para intensificar uso de máscaras

O governador Mauro Mendes anunciou, há pouco, o início da campanha ‘eu cuido de você, você cuida de mim’ para reforçar a necessidade do uso de máscaras para se proteger e evitar a contaminação do Coronavírus e proteger também as pessoas que estão no seu convívio. A medida busca orientar os mato-grossenses a fazerem suas próprias máscaras, caseiras, como por exemplo com material TNT.

“Usar a máscara é uma forma de prevenir. Isso vai ajudar muito a diminuir a disseminação da doença no Estado”. “Se o vírus está na saliva, na mucosa você tem que evitar a transmissão. Usar a máscara é reconhecido por cientistas e infectologista meio eficiente de prevenção”, disse o governador. O ministério da Saúde também tem orientando que as pessoas façam suas próprias máscaras. “É mais uma ação de prevenção. Se você pode, fique em casa. Idosos, pessoas do grupo de risco devem ficar em casa”, reforçou. “Faço apelo que as pessoas levem a sério e não saiam de casa (sem necessidade), não se aproximem muito e usem as máscaras pelo amor de Deus”.

A orientação é que na rua, no trabalho, em qualquer lugar as máscaras sejam usadas. Cantores, como Leo Chaves (que fez dupla com Victor) gravaram mensagens incentivando as pessoas usarem máscaras.

O Estado concedeu prazo até o próximo dia 13 para que todas as empresas e estabelecimentos que continuarem em funcionamento durante a pandemia providenciem máscaras para seus funcionários

O Estado tem 41 casos confirmados e hoje morreu a primeira pessoa com a doença, em Mato Grosso. É um homem, de 54 anos, que morava em Lucas do Rio Verde, era hipertenso e diabético. Ele foi sepultado hoje. A previsão que o governo considera é que o pico de infectados no Estado ocorra no final de abril ou começo de maio. Se as pessoas não levarem a sério o impacto pode ser maior, alertou o governador Mauro Mendes.

O secretário Gilberto Figueiredo acrescentou que todos os países encontram muitas dificuldades para adquirir materiais de proteção aos profissionais de saúde como máscaras, óculos, luvas, macacão e outros. A importância dessa campanha é tamanha porque não há previsão de fornecimento a curto prazo dos EPIs e espera que os produtos industrializados sejam priorizados para profissionais que estão na linha de frente do atendimento das pessoas nas unidades de saúde e que as pessoas busquem fazer suas máscaras caseiras.

Mauro informou que o governo de Mato Grosso comprou, da China, e pagou, 115 respiradores e está esperando que sejam entregues. O governador disse que a compra foi feita em nome do governo do Estado, situação diferente da Bahia que teria comprado em nome de uma empresa, em uma triangulação, e o carregamento com aparelhos respiradores para UTIs acabou sendo retido nos Estados Unidos. Ainda não foi previsto quando serão entregues os comprados pelo governo mato-grossense. “Nós tínhamos comprado no Brasil mais de 50 respiradores e o fornecedor cancelou o pedido e não entregou”, ‘sem dar explicações”, acrescentou Mauro. Quanto a ocupação de leitos de UTI em Mato Grosso, o governador disse que, no momento, a maioria dos hospitalizados está na rede privada.

O governador parabenizou profissionais do setor de comunicação do governo que conseguiu, em menos de 24h, com nossas agências, fazer ação com depoimentos de apoiadores da campanha. O governador também agradeceu apoio da Assembleia, Tribunal de Justiça, Defensoria Pública e uma série de órgãos que estão apoiando as diversas ações de enfrentamento à pandemia.

Ele também lembrou as medidas, anunciadas ontem, postergando pagamento do ICMs (principal fonte de receita do Estado) para cerca de 150 mil empresas e outras ações para auxiliar, neste momento de crise,

Há diversas dicas de como podem ser feitas em casa sua própria máscara

 

 

Só Notícias (foto: reprodução - atualizada 18:48h)