quarta-feira, 22/maio/2024
PUBLICIDADE

Governador rejeita ideia de fazer extinções de secretarias

PUBLICIDADE

O governador Silval Barbosa (PMDB) teria taxado de irresponsáveis algumas declarações veiculadas na imprensa sobre alterações em sua equipe de governo e também nas estruturas da administração estadual. As ponderações do chefe do Poder Executivo foram feitas na reunião de ontem pela manhã com vários secretários, principalmente os da equipe econômica, onde teria reafirmado que se houver alterações elas serão pontuais e nada que possa atrapalhar o bom andamento das coisas do governo do Estado.

Silval teria alertado os auxiliares que ninguém dita regras em sua administração e que mudanças passam por ele. O governador garantiu que todos são ouvidos na gestão da coisa pública, mas decisões somente após passarem pelo seu crivo pessoal e não por imposição de A ou de B.

Pela manhã, o chefe do Executivo condenou posicionamentos pessoais favoráveis à extinção de secretarias como de Cultura, Esporte e Lazer e Extraordinária de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes (Selit), negando que isto tivesse sido discutido ou sequer analisado. Ele também negou mudanças de titulares, a não ser que necessárias e essenciais.

Já no princípio da noite a Secretaria de Comunicação Social replicou uma notícia onde apontava que o governador terminantemente negava a extinção de secretarias estaduais, reforçando nunca ter sido cogitada tal possibilidade, que contraria até mesmo a execução da Copa do Mundo como o maior evento esportivo do mundo.

A extinção da pasta da Cultura, ainda segundo o governador, não tem lógica devido à riqueza cultural de Mato Grosso. O chefe do Executivo estadual declarou ainda que o mesmo acontece com a pasta do Turismo. "Mato Grosso tem três ecossistemas e belezas naturais únicas. Procuramos valorizar e divulgar cada vez mais estas áreas, que projetam o Estado em nível mundial e são essenciais para a valorização do mato-grossense e para o nosso desenvolvimento", afirmou o governador.

Um dos pilares do governo do Estado e uma das principais ações se refere à logística estadual. Portanto, no que se refere à Secretaria Extraordinária de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, Silval Barbosa reiterou que a criação da pasta é um compromisso histórico de seu governo. As atribuições da Secretaria são essenciais para o desenvolvimento do Estado, com a viabilização de empreendimentos como a Ferronorte, cujo terminal em Itiquira será brevemente inaugurado.

Silval teria demonstrado preocupações com posicionamentos públicos do que deveria ser feito para se enfrentar as dificuldades, mas não teria concordado com pontos de vistas emitidos por este ou aquele membro do Executivo estadual e cobrou empenho dos secretários no trato com a coisa pública e menos com boatos ou informações que teriam como fundo apenas desviar a atenção da sociedade.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE