Política

Governador mantém delegado-geral mais dois anos no cargo em Mato Grosso

O governador Mauro Mendes (DEM) anunciou recondução para um mandato de mais dois anos do delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval Aravéchia de Resende, no comando da instituição. O anúncio foi feito, ontem. Conforme o governador, a definição pela continuidade de Mário Demerval como delegado-geral se dá em face dos resultados positivos apresentados pela Polícia Civil, além dos investimentos e esforços realizados para modernizar as atividades da instituição.

“Estou muito satisfeito com o desempenho da Polícia Civil como um todo, a performance das equipes quanto da reorganização e reestruturação da Polícia Civil de Mato Grosso, além dos resultados positivos das nossas forças de segurança nas apreensões, prisões, prestando excelentes serviços à nossa população. E pelo bom trabalho com investimento em tecnologia, quero anunciar que ele vai ficar conosco por mais dois anos, até o final de nosso mandato, como delegado-geral da Polícia Civil. Espero que possamos avançar ainda mais nesse próximo biênio”, reforçou o governador.

O delegado-geral agradeceu a confiança do governador e destacou o esforço da instituição em busca de investimentos e parcerias para modernizar as estruturas policiais e aprimorar a prestação de serviços. “É com muita satisfação que recebemos o pedido do governador, que é um reconhecimento a toda a diretoria da Polícia Civil, que vem trabalhando em diversos projetos na área operacional e de infraestrutura. Todos os esforços são para que tenhamos cada vez mais equipes preparadas e que nossa infraestrutura e a capacidade investigativa tenham um diferencial, aprimorando as condições de trabalho para os próximos anos. Agradeço a confiança depositada pelo governador, buscando com apoio de todos os servidores da instituição o melhor para a Polícia Civil”, afirmou o delegado.

Entre os investimentos da instituição, em andamento, estão a modernização da estrutura de tecnologia, que no ano passado ganhou um centro de TI, com equipamentos modernos e aptos  ao dar suporte à implantação do inquérito policial eletrônico e integração junto ao sistema do Poder Judiciário.

Além da tecnologia, a infraestrutura das delegacias também é um dos focos de investimentos, obtidos por meio de  emendas parlamentares, celebração de cooperações técnicas, convênios e recursos de Termos de Ajustamento de Conduta para conseguir levar em frente os projetos da instituição.

A conclusão das obras de delegacias no interior do Estado, a mudança de sede de unidades da capital e o início da construção da sede própria da Polícia Civil estão entre algumas das metas da instituição para os próximos dois anos e meio.

Redação Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)