Política

Deputado confirma convite para ser secretário de Mauro mas diz que volta para iniciativa privada

No mesmo dia em que confirmou ter recebido o convite do governador eleito Mauro Mendes (DEM) para compor o secretariado estadual, o deputado federal Fábio Garcia (DEM) anunciou, ontem à noite, sua aposentadoria, pelo menos por enquanto, da política para se dedicar às empresas da família. No entanto, ele afirmou que continua como presidente do Democratas em Mato Grosso e como primeiro suplente do senador eleito Jayme Campos (DEM).

“Com o fim do meu mandato, a eleição de Mauro Mendes ao governo e minha eleição como primeiro suplente de Jayme Campos ao Senado, concluo um ciclo de minha vida política e cumpro de forma exitosa um grande objetivo do nosso grupo”, afirmou por meio de nota pouco depois de ter confirmado a jornalistas na Assembleia Legislativa que avaliava o convite de Mendes para compor o governo em alguma secretaria.

Garcia justificou a decisão falando do distanciamento da família causado pela política e da necessidade de contribuir com os negócios privados.  “Ao concluir este ciclo e depois de uma profunda reflexão junto à minha esposa e filhas, decidi atender aos apelos da família e nos próximos anos irei me dedicar a minha família e a vida empresarial. Voltarei para a iniciativa privada de onde vim e onde tive uma grande experiência profissional, começando como estagiário e chegando à presidência de empresas multinacionais. Porém, agora assumirei novos desafios”, explicou.

O parlamentar fez uma lembrança da sua carreira na vida pública, desde que ocupou a secretaria municipal em Cuiabá até o projeto que elegeu Mauro Mendes, e se disse triste por não “participar diretamente do futuro governo”.

A pausa na política se restringe a mandatos ou funções administrativas que exigem presença constante. Para não ficar totalmente fora, Garcia afirmou que continua como presidente do Democratas. “Mesmo assim, reafirmo que continuarei exercendo a função de presidente do meu partido, o Democratas, e ajudando da melhor forma possível ao meu estado do Mato Grosso”.

Só Notícias/Marco Stamm (foto: Só Notícias/Diego Oliveira/arquivo)