Política

Bolsonaro lança obra de ferrovia ligando Mato Grosso a Goiás com investimento de R$ 2,7 bilhões; assista

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas lançaram, há pouco, as obras da ferrovia de Integração Centro-Oeste, que ligará Água Boa (744 quilômetros de Cuiabá) ao município de Mara Rosa (GO), o Vale do Araguaia à Ferrovia Norte-Sul.

“O ressurgimento desse modal era sonhado por muito nesse Brasil, mas nunca fazemos nada sozinho. Nessa aqui temos a Vale, que colabora conosco com a infraestrutura pelo país. No passado, obras fora do Brasil foram concluídas com ideologia de esquerda. Hoje, esse recurso fica no nosso país”, destacou o presidente.

Conforme dados do Ministério da Infraestrutura, A FICO escoará a produção de grãos da região Araguaia de Mato Grosso pela Ferrovia Norte e Sul com extensão de 383 quilômetros de trilhos. Com isso, possibilitará acesso aos portos de Santos (SP) e Itaqui (MA).

O projeto foi estimado em R$ 2,7 bilhões para fins de determinação dos investimentos cruzados em decorrência da prorrogação antecipada do prazo do contrato de concessão da Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM), operada também pela Vale.

O projeto será desenvolvido em duas fases. A primeira entre Mara Rosa e a Ponte sobre o rio Araguaia. Já a segunda etapa será da Ponte sobre o Rio Araguaia até Água Boa.

Os primeiros 30 quilômetros de construção da fase inicial ligam os municípios de Mara Rosa, onde fará conexão com a Ferrovia Norte Sul (FNS), e de Alto Horizonte (GO).

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) não participou do lançamento das obras da ferrovia. Conforme Só Notícias já informou, ele está na Bolívia onde busca ampliar o comércio internacional e fortalecer o Turismo durante a 45ª Feira Internacional de Santa Cruz de La Sierra (Expocruz).

Na próxima segunda-feira, Mauro assinará concessão para a empresa RUMO iniciar a construção da ferrovia estadual, de Rondonópolis a Cuiabá e Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, idealizada pelo governador, no primeiro semestre, para expandir a malha ferroviária e fortalecer a logística de Mato Grosso no transporte de grãos.

Serão três solenidades. A primeira será pela manhã, no Palácio Paiaguás. Às 15h, Mauro estará em Nova Mutum e assinará a concessão do trecho até Mutum. A solenidade será no centro de eventos Casarin, com o prefeito Leandro Félix e demais lideranças políticas. O governador vai a Lucas do Rio Verde, às 18h, onde assina a concessão para o trecho final da concessão, no parque de Exposições.




Só Notícias/Cleber Romero (fotos: reprodução - atualizada às 15h14)