Política

Assembléia tem comissão de plantão no recesso

Mesmo com o recesso das atividades de plenário, o cidadão mato-grossense pode contar durante todo este mês de julho com o atendimento na Assembléia Legislativa. Por determinação do presidente da Casa deputado Silval Barbosa (PMDB) os deputados Humberto Bosaipo (PFL), Carlos Brito (sem partido), Eliene Lima (PP), Chico Daltro (PP) e a deputada Vera Araújo (PT), respondem pelos trabalhos. A Comissão de Recesso como é chamada, segue normas do Regimento Interno.

Ela vai trabalhar as demandas do parlamento no período de recesso iniciado na sexta-feira (01.07) e que prossegue até primeiro de agosto. “Estamos atendendo normalmente e qualquer um de nós poderá ser acionado pelo cidadão, a qualquer momento”, disse Vera Araújo.

Nestes primeiros dias de recesso, de acordo com Verinha, os deputados acompanham de perto os problemas vividos pelo setor madeireiro. Ela participou do Seminário “Qualidade da Educação: desafio de todos”, promovido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) no Centro de Eventos do Pantanal em Cuiabá.

O deputado Humberto Bosaipo realizou atividades em Brasília, Rio de Janeiro e no interior de Mato Grosso. Ele e Carlos Brito acompanham de perto o caso dos 19 defensores públicos que podem ser impedidos de trabalhar nas comarcas em que estão lotados, por força de decisão colegiada do Pleno do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), reforçada pelo ministro Gilmar Ferreira Mendes, do Supremo Tribunal Federal, em acato a recurso iniciado no Ministério Público de Mato Grosso que questionava a legalidade do ato que deu posse aos concursados, alegando encerrada a vigência do concurso.

Eliene Lima acompanha demanda da população de Santo Antônio de Leverger que está descontente com o transporte entre aquela cidade e Cuiabá e, Chico Daltro mantém plantão no Palácio Filinto Muller, sede do parlamento. Os cinco parlamentares podem ser acionados pelos cidadãos: “estamos prontos para atender qualquer emergência, em qualquer que seja a área de necessidade do povo de Mato Grosso”, afiançou Verinha.

Mesmo com a Comissão a Mesa Diretora também mantém seus trabalhos na sede do Palácio Filinto Muller.