Política

Aliados de Blairo firmam pacto e PFL busca fortalecimento

Os três partidos que formaram a coligação que elegeu Blairo governador firmaram ontem um pacto para não assediarem lideranças que estão nas três legendas: PPS, PFL e PP. Na teoria, os líderes dos três partidos não estarão buscando atrair lideranças deste grupo. Seria algo como PPS não assediaria líderes do PFL, nem vice versa e o mesmo ocorreria com o PP. Resta saber se, na prática, vai funcionar.

O presidente do PFL em Mato Grosso, Jaime Campos, que há poucos dias deu sinais de insatisfação com o governo e admitindo que o partido pode lançar candidato próprio, saiu da reuniao enaltecendo o acordo. Porém, disse que estará percorrendo todas as regiões mato-grossenses para fortalecer o partido. A estratégia do PFL é agregar mais lideranças. Se o partido estiver coligado com Blairo terá maior cacife para negociar espaço na coligação. Se lançar candidato próprio o trabalho de fortalecimento pode ser decisivo.

O presidente do PPS, Roberto França, parte agora para conversações com outras siglas para buscar aumentar o arco de aliança pró-Blairo ano que vem.