Economia

Varig deixará de operar em Mato Grosso em maio

A companhia área Varig anunciou que irá parar de atuar no Estado de Mato Grosso. Um comunicado da companhia as agências de viagens informou que as operações serão interrompidas no dia 2 de maio. As aeronaves da empresa não pousam no aeroporto Marechal Rondon desde novembro do ano passado, mas os bilhetes são vendidos pela companhia e os passageiros viajam em outra companhia.
     
Dos sete vôos que operam com aeronaves da TAM diariamente no Estado, cinco são compartilhados com a Varig. O Conselho Administrativo de Defesa do Consumidor determinou o fim dessa parceria e considera prejudicial esse tipo de sistema, porque a empresa que vende a passagem não se responsabiliza pela empresa que opera o vôo.
     
“Com a Varig fora do mercado mato-grossense, os turistas ficarão limitados a algumas capitais do Brasil, porque a empresa dava a opção de escolha de dez destinos diferentes no país” – disse a vendedora Cristiane Karine Paes de Barros.
     
Representantes das Agências de Turismo estão fazendo uma negociação com a diretoria da empresa para que o Estado não fique excluído da rota da Varig.
     
De acordo com o gerente da Varig em Cuiabá, Claudio Pereira, para que a empresa continuasse operando no Estado seria necessário a venda de 2.000 passagens por mês e atualmente a companhia vende 1.300 bilhetes. Apesar de ser responsável por cerca de 90% dos passageiros internacionais desembarcados no Estado a empresa vai cancelar os vôos para o Estado, deixando o mercado mato-grossense apenas com as duas companhias – TAM e Gol.