Polícia

Sinop: vítimas têm contas fraudadas e perdem auxílio emergencial  

A comunicante, de 45 anos, procurou a delegacia de Polícia Civil para denunciar que teve sua conta bancária fraudada e seu auxílio emergencial, de R$ 600, gasto de maneira indevida. Ela alega que foi avisada do golpe quando procurou a agência para fazer o saque.

Consta no boletim de ocorrência que, quando tentou sacar, foi avisada por uma bancária que o valor havia sido utilizado para pagamento de um boleto. Por desconhecer a transação, foi orientada a denunciar a ação para a polícia.

Em outro caso, também registrado em Sinop, a vítima, de 65 anos, foi até a agência para sacar o benefício e foi comunicada que o valor havia sido transferido para outra conta. Contestando e desconhecendo a possível transferência, a mulher também registrou boletim de ocorrência.

Agora, diante das informações, ambos os casos passam a ser investigados.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: assessoria/arquivo)