Polícia

Preso acusado de atear fogo em mulher em Mato Grosso; delegada aponta ‘extensa lista’ de crimes

A Polícia Judiciária Civil prendeu, hoje Geanderson Áureo de Campos, de 28 anos, pelo crime de tentativa de feminicídio, acusado de jogar álcool e atear fogo no corpo da companheira motivado por ciúmes, no dia 21 de setembro quando exigiu que ela lhe mostrasse o celular. A justiça expediu ordem para prendê-lo.

A mulher não entregou o aparelho e ele agrediu passou a agredi-la com socos e ‘esganaduras’por aproximadamente 40 minutos. De acordo com a polícia, ele jogou álcool no corpo dela e em seguida, utilizando um palito de fósforo ateou fogo que ficou em chamas.

Após o fogo apagar, Geanderson manteve a companheira presa em casa, impedindo-a de buscar atendimento médico. Somente após ele dormir, a vítima conseguiu fugir, caminhou por cerca de dois quilômetros até chegar a um hospital onde recebeu atendimento.

Além das diversas queimaduras pelo corpo, a vítima ainda perdeu a audição de um dos ouvidos devido à gravidade da lesão. Segundo a delegada, Nubya Beatriz Gomes dos Reis, o suspeito apresenta extensa lista de antecedentes criminais, e responde pela prática de outro homicídio.

“Desde a data do crime, Geanderson estava foragido e com apoio da diretoria de Inteligência a prisão foi cumprida com sucesso em um assentamento. Agradeço imensamente a todos policiais da DEDM envolvidos nas investigações e ao apoio da Diretoria de Inteligência que tornou possível a prisão do autor de um crime tão bárbaro”, disse, através da assessoira.

Só Notícias