Polícia

Criada em Mato Grosso delegacia de combate a corrupção que atuará nos moldes da Lava Jato

A Polícia Judiciária Civil criou uma unidade que atuará exclusivamente com investigações de fraudes e casos de corrupção praticadas na administração pública e ações de agentes que atuem de forma isolada ou em grupo na lavagem ou ocultação de bens. O decreto criando a Delegacia Especializada de Combate à Corrupção, que terá abrangência em todo o Estado, foi publicado hoje, no Diário Oficial do Estado.  O secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante dos Santos, apontou o alinhamento de Mato Grosso com as diretrizes do Ministério da Justiça que tem como um das prioridades o reforço nas ações de combate à corrupção. “Criamos essa estrutura que trabalhará nesse foco específico, com as atividades centralizadas nessa nova estrutura, que atuará em parceria com órgãos de controle externo”, explicou.

O delegado-geral Mário Dermeval Aravéchia de Resende acrescenta que a criação da nova delegacia, permite à Polícia Civil atuar numa linha de trabalho investigativo nos moldes da força-tarefa da Operação Lava Jato, seguindo uma tendência de todos os Estados, conforme as premissas adotadas pelo Ministério da Justiça. “A Polícia Civil, mesmo com a crise de efetivo e escassez de recursos conta com apoio do governo para ter uma estrutura que possa atuar de maneira bastante rigorosa no combate aos crimes de corrupção e que as ações investigativas permitam ao Estado ter de volta recursos que porventura sejam desviados”, afirma o delegado-geral.

Dermeval acrescenta ainda que o trabalho da delegacia será em conjunto com órgãos de controle. “Nossa prioridade nessa estrutura é atuar com base em uma boa relação com o Ministério Público, pois são todos engrenagem de um mesmo sistema que tem como resultado o zelo com recursos públicos”.

 

Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)