Polícia

Polícia tem pistas de homem que matou sitiante em Guarantã com cerca de 50 facadas

A Polícia de Guarantã do Norte tem algumas pistas do vulgo Doidinho, acusado de matar com mais de 50 facadas, domingo de madrugada, Raimundo Nonato de Oliveira, 42 anos. “Temos algumas informações de onde ele possa estar escondido e estamos tentando localizá-lo para prendê-lo”, informou um policial.

Raimundo estava bebendo, com Doidinho e dois irmãos dele, em um bar na Comunidade Santa Clara. Depois de horas de bebedeiras, eles começaram a bater boca. O dono do bar resolveu fechar o estalebecimento e eles ficaram em frente discutindo. Raimundo estaria armado com uma pistola. O dono do bar disse à polícia que ouviu barulho de pancadaria e pelo menos dois tiros. Pouco depois, Raimundo tinha sido assassinado. Raimundo, que era sitiante e morava sozinho, teve o pescoço praticamente decepado e levou cerca de 50 facadas. Foi sepultado na segunda-feira em Guarantã do Norte.