Polícia

PF faz operação em Cuiabá e 2 Estados para combater tráfico de drogas e lavagem de dinheiro

A assessoria a Polícia Federal confirmou, há pouco, ao Só Notícias, que foi deflagrada operação em Cuiabá, esta manhã, para combate ao tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Estão sendo cumpridos 12 mandados de busca e apreensão e cinco de prisão temporária. As ordens foram expedidas pela 5ª Vara Federal de Mato Grosso. Além de Cuiabá, as ações também ocorreram em Goiás e Minas Gerais.

O trabalho policial aponta que os investigados teriam movimentado entre 2017 e 2020 mais de R$ 20 milhões. A maior parte da movimentação suspeita era realizada em nome de familiares e empresas de fachada.

Os investigados vinham ostentando elevado padrão de vida, com imóveis sofisticados, carros de luxo e viagens a lazer.

A PF identificou que o tráfico de drogas era financiado por meio de uma suposta empresa de turismo. A instituição comercial alugava veículos, imóveis e reservava hotéis na região de fronteira. Além disso, equipamentos eram comprados e os valores eram transferidos para os investigados e seus familiares.

A empresa também operava contratos aparentemente falsos de compra e venda de dólar, usando cadastro de pessoas sem autorização, esquema conhecido como “boletagem”.

De acordo com a Gazeta Digital, dois homens e duas mulheres foram presos no bairro Jardim Itália, região nobre de Cuiabá.

Conforme Só Notícias já informou, em Sinop, Sorriso, Alta Floresta, Juína, Nova Monte Verde, Carlinda, Panaraíta, Cotriguaçu e Juruena também está em andamento a operação Vitae III para cumprimento de 87 mandados judiciais de prisões e de buscas e apreensões contra alvos envolvidos com o tráfico de drogas e organização criminosa. Os mandados foram expedidos pela 5ª Vara Criminal de Alta Floresta.

As ações são da Polícia Civil, PM, Sistema Penitenciário, Corpo de Bombeiros, Politec e de policiais da Gerência de Operações Especiais (GOE), Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Delegacia de Repressão a Entorpecentes e Polinter.

Em instantes, mais detalhes

Só Notícias/Cleber Romero (foto: Chico Ferreira/arquivo e assessoria - atualizada às 10h35)