Polícia

Polícia Civil prende acusado de torturar, matar e arrancar coração de jovem em Mato Grosso

Um dos suspeitos de um bárbaro assassinato ocorrido em Rosário Oeste (128 quilômetros de Cuiabá) teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, ontem. De acordo com as investigações, em maio de 2020, o investigado, na companhia de mais dois comparsas, cometeram um crime de tortura seguido de homicídio qualificado, vitimando a pessoa de Thaison Silva de Morais, de 26 anos.

A ocorrência causou indignação e chocou a população, em razão de os autores terem arrancado o coração da vítima, sendo todo o crime filmado e posteriormente divulgado nas redes sociais. O suspeito é réu e responde na Justiça processos criminais por homicídio qualificado, vilipêndio a cadáver, associação para o tráfico de drogas e por integrar organização criminosa.

Ele teve o mandado de prisão preventiva expedido pela Vara Única do município, após ser identificado nas investigações da Polícia Civil. Durante as buscas, os policiais descobriram que o homem de 25 anos estava em uma casa no bairro Santa Izabel. Com base na informação, os investigadores foram até o endereço, onde foram recebidos pela esposa do suspeito. 

A mulher de 30 anos tentou impedir a ação, desacatando e tentando agredir os policiais, sendo então detida junto ao jovem. Na Delegacia de Polícia a conduzida foi ouvida pelo delegado Gustavo Godoy Alevado e autuada em flagrante por desobediência, resistência e desacato. Já o suspeito foi preso em cumprimento ao mandado de prisão.

Redação Só Notícias (foto: Só Notícias/Lucas Torres)