Polícia

Delegado de Sinop é vítima de clonagem de cheque

Ontem de manhã, o delegado de Sinop, Thormires de Godoy, foi até uma agência bancária em Sinop para retirar um extrato de sua conta. Percebeu que havia um débito de um cheque no valor de R$ 1.213. Ele, que não se lembrava de ter efetuado aquele depósito, desconfiou do débito. “Achei estranho porque eu nunca extrapolo meus limites”, disse ao Só Notícias.

O delegado resolveu constatar o talão de cheques que tinha e a folha que constava no extrato estava intacta no talão. Foi quando ele entrou em contato com a gerência do banco e constatou que aquela folha de cheque foi clonada. “Minha sorte é que não deu tempo do banco descontar o valor pois tinha acabado de ser depositado”, salientou.

Thormires afirmou ainda que não sabe como foi feita a clonagem mas que o banco já está investigando quem depositou a folha, quando e como. “O banco está investigando essa situação e nesses casos ele sempre ressarce o valor ao cliente, mas ainda assim é uma situação que causa dor de cabeça. Afinal, poderia ser um valor maior que poderia ter sido descontado, aí sim é que ia ficar complicado”, acrescentou.