Opinião

Escolhas infinitas

Necessitamos estar preparados para substituir a palavra sofrimento pela palavra enfrentamento.
A nossa vida será uma página em branco se não soubermos rascunhar e concluir os vários projetos optativos que a própria a vida nos oferece. Todas as ocorrências em nossas vidas são escritas e realizadas por nós mesmos, sofrem menos aqueles que assumem as responsabilidades que são do tamanho da nossa capacidade produtiva, sabendo que as obras inacabadas e sonhos não realizados trazem frustrações que pode ser agravados ou suavizados dependendo da nossa escolha.

A nossa vida é constituída de infinitas escolhas, mas se você passa por muitos sofrimentos, é um sinal que você está escolhendo caminhos errados, talvez porque esteja distanciando da lei do retorno ou talvez os seus momentos de fé não estão fazendo parte dos seus momentos com Deus.

Ao distanciar da valorização da capacidade de você mesmo, a sua vida passa por inconstâncias nada agradáveis, até um dia assumir a realidade com inteligência e coragem, verá que ao dar o primeiro rumo aos objetivos possíveis, os sentimentos acanhados desaparecerão e ao contrário, se não houve objetivos definidos, a mente passa a ser habitada por perguntas acompanhadas de descrenças, passando a assumir a direção em forma de medo, e a sua vida passa a ser gerida por perguntas desnecessárias, como:

1 – “Como vou justificar o que fiz”? – mas você não fez.
2 – ” Se eu errar o que vão pensar de mim”? – mas, você ainda não errou.
3 – “Será o que estão falando de mim pelo que fiz”? – mas você ainda não decidiu, por isso, ninguém está falando de você. Não viva de aparências, porque elas podem prejudicar as suas decisões.
Entenda que a sua vida é feita de luz, nascemos para brilhar, mas por sermos contagiados por vícios sociais, como orgulho e soberba, estas tornarão fatores que embaçam as nossas visões, levando ao afastamento dos propósitos focados em crescer, empreender e concluir as obras de forma vitoriosa e satisfação pessoal e profissional.

Por isso, devemos buscar o verdadeiro poder que direciona nossa elevação e que nos obrigam a transcender a pequenez de acharmos que somos tão autossuficientes e que não dependemos de ninguém.

Entenda que a sua história não se encerra ao final do dia, pois a cada manhã você é sacudido a imaginar e escrever um novo capítulo para a sua história, e mais que tudo você mais que ninguém terá que acreditar nela, porque na sua história da sua vida, só tem um autor: VOCÊ.

Wilson Carlos Fuáh – Economista Especialista em Administração Financeira e Relações Políticas e Sociais em Mato Grosso - [email protected]