Geral

Sinop: cancelado contrato com empresa para fazer sede do centro de monitoramento de câmeras

A prefeitura de Sinop publicou no Diário Oficial do Estado o extrato do edital com a rescisão do contrato com uma empresa de engenharia que venceu a licitação para construção de sede do Centro de Monitoramento de Câmeras, em uma área de mais de 324 metros quadrados, localizada na avenida André Maggi. Estavam previstos investimos de ao menos R$ 750 mil.

De acordo com o secretário municipal de Trânsito e Transporte Urbano de Sinop, Roberto Trevisan, agora será feita uma nova licitação com atualização dos valores para construção. “A primeira empresa não iniciou a construção exigindo readequação na tabela de valores. Já a segunda, não quis assumir a licitação. Agora, terá que licitar novamente. Todo processo terá que ser feitos para não perder o recurso”.

Trevisan explicou ainda que, atualmente, o monitoramento é feito em uma sala na sede da Trânsito e Transporte Urbano, na avenida dos Jacarandás. “Porém, para essa sede de monitoramento que será construída serão equipamentos novos. Essa sede faz parte do projeto Cidade Digital”.

O projeto foi lançado em 2013, na gestão do ex-prefeito Juarez Costa (MDB). Na época, estava prevista para central de monitoramento 55 câmeras instaladas nos quatro cantos da cidade visando oferecer mais segurança à população. São três tipos diferentes de câmeras que compõem o conjunto de vigilância do Cidade Digital. Algumas possuem visualização noturna, rotação de 360 graus e aproximação que varia de 300 a 800 metros.

Só Notícias/Cleber Romero