Geral

Sepultados vereador e músico que morreram em acidente em Sorriso

O corpo do vereador Vilmar Contini, conhecido como Fifi, de 50 anos, foi velado na câmara municipal e sepultado hoje à tarde, em Gaúcha do Norte (300 km de Sorriso). Já o músico e cunhado dele, Adelar Natal Pignat, de 50 anos, foi velado em um memorial e sepultado em Sorriso, onde residia. Os dois estavam em um  VW Gol, que se envolveu em colisão  com um Peugeot preto, na quarta-feira, na rua Vale Dourado com avenida Porto Belo, bairro Rota do Sol.

Fifi exercia o quarto mandato na vida política, sendo o terceiro enquanto vereador. Na gestão passada (2013 a 2016) foi vice-prefeito. Nas eleições de outubro de 2016, Fifi foi o vereador mais votado recebendo 292 votos. A prefeitura de Gaúcha do Norte decretou luto oficial de três dias pelo falecimento do vereador.

“Um homem do bem, na família e na sociedade, assim será lembrado o vereador Vilmar Contini. Fifi foi vítima de um acidente de trânsito, já no hospital sofreu um infarto e veio a óbito”. “Um homem do bem, na família e na sociedade”, diz nota da prefeituraJá Adelar Pignat era músico, cantor e dono de uma banda. Era cunhado do vereador Fifi e estava morando com a família em Sorriso há seis meses.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) analisou, ontem, o local do acidente, cuja condutora do Peugeot, ficou ferida sem gravidade. Não foi apontado prazo para resultado do laudo. “Temos que fazer a investigação para poder analisar se teve culpa, homicídio culposo no trânsito ou não. Como foram retirados (os carros) do local, mas ainda restavam vestígios, marcas no chão, a Politec consegue identificar pelo menos a dinâmica para que possamos instaurar esse inquérito e, se for o caso, atribuir culpa a motorista sobrevivente. Se for o caso de não atribuir, somente uma perícia especializada colhendo todos os vestígios, nós poderemos chegar a uma conclusão lógica para fechar esse inquérito policial”, explicou delegado de Polícia Civil, Nilson Farias.

Só Notícias/David Murba (fotos: Só Notícias/Lucas Torres e arquivo pessoal)