Geral

Rodoviária de Sorriso está sob intervenção até que concessionário melhore serviços

Depois de inúmeras tentativas em busca da solução do problema e preocupada em melhorar a oferta de serviços da rodoviária, a Prefeitura de Sorriso decretou a intervenção nos serviços de concessão para construção e exploração do terminal. No decreto, o prefeito Dilceu Rossato esclarece que os serviços disponibilizados não atendem adequadamente os interesses da população, gerando desconforto e insegurança.

O secretário de Administração, Alci Luiz Romanini, disse, através da assessoria, que o decreto considera que o município desapropriou a área necessária para a construção do acesso, colocando-a à disposição, o que ainda não foi feito. “O compromisso contratual do concessionário é de adequar as instalações e o pleno funcionamento da rodoviária, promovendo a qualidade do atendimento, a segurança e o bem estar de todos os usuários”, disse ele.

O responsável tem 30 dias para apresentar ao Poder Público proposta de melhoria. “A rodoviária foi projetada para uma população de 20 mil habitantes, e hoje Sorriso já tem 65 mil”, lembrou Romanini. A administração vai ainda instaurar um processo administrativo. “A administração foi parceira desde o início de 2005 na busca pela solução do problema, no entanto o concessionário não demonstrou interesse em cumprir os itens dispostos em seu contrato, assinado em outubro de 1997”, concluiu o secretário.