Geral

Reforma da cadeia de Peixoto de Azevedo deve começar em 15 dias

Logo mais à tarde a prefeita de Peixoto de Azevedo, Baiana Heller, estará reunida com o diretor da cadeia do município e com o Conselho da Comunidade para definir a data de início da reforma do presídio.

“O contrato foi fechado na segunda-feira em reunião com a prefeitura e agora só falta definirmos a data de início”, disse ao Só Notícias, o diretor da cadeia, Vanderlei Ferrari. “Já faz tempo que a reforma foi aprovada, mas ficou enrolada porque ninguém correu atrás. E essa é a única cadeia de Mato Grosso que teve a reforma autorizada, pois a secretaria só está construindo novas cadeias”, completa.

Segundo ele, o valor da reforma foi fechado em R$ 138 mil, sendo R$ 128 mil custeados pela Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública e o restante pela Prefeitura de Peixoto de Azevedo, que também disponibilizará parte da mão-de-obra para o trabalho. “Aqui no presídio vamos escolher uns 10 presos para ajudar na reforma também”, salientou Vanderlei.

Além das paredes, teto, grades, piso, parte elétrica e hidráulica que serão reformadas, mais duas celas serão construídas. “Não temos celas femininas e às vezes precisamos, por isso uma das novas será para mulheres. E outro ponto importante é a construção de um alambrado em volta do presídio que ainda não existe”, acrescenta.

A cadeia tem 5 celas, mas uma está interditada por causa da umidade. Hoje suporta 40 detentos nas 4 restantes. Está com 9 agentes penitenciários. “Quando a reforma terminar não vamos precisar de reforços”, finalizou Vanderlei. Só neste ano foram duas fugas e uma tentativa registradas.